Eleições 2020: TSE firma parceria com o Google para combater desinformação

Na quarta-feira (30), o TSE também anunciou parcerias com os aplicativos Facebook, Instagram e WhatsApp

  • Por Jovem Pan
  • 02/10/2020 06h28
Nelson Jr./SCO/STFAlém disso, o Google também vai produzir e promover lives em parceria com o TSE sobre temas importantes, como fake news

O Tribunal Superior Eleitoral lançou, nesta quinta-feira (1º), uma parceria com o Google e com nove agências de checagem para combater a disseminação de informações falsas nas eleições deste ano. O site de buscas vai disponibilizar recursos para ajudar os eleitores a encontrarem conteúdos que vão desde perguntas frequentes sobre o processo eleitoral até detalhes sobre os cuidados sanitários para votar durante a pandemia. Além disso, o Google também vai produzir e promover lives em parceria com o TSE sobre temas importantes, como desinformação.

Já a parceria com agências de checagem prevê que as informações fiquem disponíveis nos sites e na página Fato ou Boato da Justiça Eleitoral. O presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, disse que o Tribunal está monitorando comportamentos provenientes de milícias digitais e destacou que a disseminação de notícias falsas compromete a democracia. Na quarta-feira (30), o TSE também anunciou parcerias com os aplicativos Facebook, Instagram e WhatsApp. Entre os serviços disponíveis, por exemplo, está um canal de comunicação para denunciar contas suspeitas de realizar disparos em massa de mensagens pelo Whatsapp, o que é proibido.

*Com informações da repórter Beatriz Manfredini