Em São Paulo, condomínios recebem Fundação Pró-Sangue para doação em massa

Para fazer a coleta externa, é preciso um espaço de 100m² e 80 candidatos confirmados para a doação

  • Por Jovem Pan
  • 13/06/2021 09h20
Cristino Martins/ Ag. ParáInstituição opera com apenas 34% da quantidade de estoque necessária para abastecer mais de 100 hospitais da rede pública

A Fundação Pró-Sangue está precisando de doadores. A instituição opera com apenas 34% da quantidade de estoque necessária para abastecer mais de 100 hospitais da rede pública. Os tipos O- e O+ estão em situação emergencial, com abastecimento para menos de um dia. Já os sangues A- e B- estão em estado crítico, ou seja, são suficientes para um dia. Para tentar driblar o problema, a Fundação está levando equipes de enfermeiros para residências e empresas em São Paulo. Leonardo Marra mora na Zona Sul da capital paulista, em um dos prédios que recebeu a instituição nesta semana. “Eu achei bem prático. Hoje, pela manhã, minha esposa disse que ia ter a doação aqui embaixo e perguntou se eu poderia descer. E aí a gente desceu e viemos fazer a doação.”

Para fazer a coleta dentro de condomínios como esse, é preciso um espaço de 100m² e 80 candidatos confirmados para a doação. A Pró-Sangue faz uma checagem das instalações — da estrutura, o local precisa ter disponível tomadas, mesas, cadeiras, lixeiras e boa iluminação. O síndico Roger Prospero explica que esse tipo de ação tem boa adesão entre os moradores. “A gente sempre traz a ideia, que é muito bem recebida pelos condóminos. Quando eles tem essa notícia, principalmente do problema que tem e que eles podem fazer essa doação dentro de casa, a adesão é praticamente automática.”

A hemoterapeuta da Pró-Sangue, Tila Fancicani, ressalta a importância das doações durante a pandemia. “Como diminuiu muito o fluxo de doares pelo risco da exposição, eles tem medo de sair — com razão. A gente intensificou esse movimento de coletas externas. Você pode ajudar até quatro pessoas com uma doação e é muito importante. Não podemos esquecer que a demanda não diminuiu. As pessoas continuam tendo as mesmas doenças, acidentes, cirurgias. Fora os pacientes com próprio Covid-19 que usam bastante transfusão.” Ainda neste mês, uma nova doação de sangue em um condomínio na Zona Leste de São Paulo está programada. Para agendar, basta acessar o site http://www.prosangue.sp.gov.br/ e clicar na aba Coletas Externas.

*Com informações da repórter Beatriz Manfredini