EUA bombardeiam instalações na Síria usadas por milícias aliadas ao Irã

O bombardeio é considerado uma resposta aos recentes ataques sofridos pelo país e aliados no Iraque

  • Por Jovem Pan
  • 26/02/2021 06h02 - Atualizado em 26/02/2021 10h51
EFE/EPA/PETER FOLEYSegundo o Pentágono, a operação envia uma mensagem clara de que Joe Biden vai agir para proteger os americanos e aliados

O governo do novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden , realizou o primeiro ataque aéreo no Oriente Médio nesta quinta-feira, 25. O alvo foram instalações de milicianos apoiados pelo irã na fronteira entre a Síria e o Iraque. Segundo o Pentágono, a operação foi conduzida com medidas diplomáticas em acordo com parceiros da coalizão. O bombardeio foi uma resposta aos recentes ataques sofridos pelo país e aliados no Iraque. No último dia 15, uma série de foguetes atingiu a base militar norte-americana no aeroporto internacional de Erbil, que é uma região semiautônoma sob liderança curda. O ataque, que não teve autoria identificada ainda, resultou na morte de uma pessoa e deixou várias feridas. O governo norte-americano disse que o Iraque está investigando o atentado. De acordo com o Pentágono, a operação envia uma mensagem clara de que Joe Biden vai agir para proteger os americanos e aliados.

*Com informações da repórter Camila Yunes