Evento na Alesp marca início do Censo 2022 em São Paulo

Pesquisa visitará mais de 70 milhões de domicílios em todo o país a partir de julho, com o objetivo fornecer uma retrato detalhado de vários aspectos da população brasileira

  • Por Jovem Pan
  • 18/11/2021 08h51 - Atualizado em 18/11/2021 08h58
Carol Jacob / Alesp Audiência Alesp início Censo 2022 Audiência pública da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo marcou a abertura do trabalhos do Censo 2022

A audiência pública da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) nesta quarta-feira, 17, marcou a abertura do trabalhos do Censo 2022 no Estado. O chefe da unidade estadual do IBGE, Francisco Garrido Barcia, disse que os resultados do censo vão refletir a realidade brasileira e seus dados serão usados para direcionar as políticas públicas e os investimentos nos Estados e nos municípios. “Os dados que resultarão desta operação serão ainda mais essenciais para a programação e melhoria das política pública e outras atividades da iniciativa privada, principalmente para problemas relacionados a empregabilidade, educação, saúde pública, segurança e outros tantos que, se bem administrados, serão de interesse de toda a sociedade”, afirmou.

O Censo é realizado a cada 10 anos, conforme prevê a Constituição Brasileira. Ele devia ter sido feito em 2020, mas foi adiado duas vezes: em função da pandemia de Covid-19 e de cortes no orçamento. No mês passado, o governo garantiu verba mínima para realização da pesquisa em 2022. O Censo definitivo visitará mais de 70 milhões de domicílios a partir de julho. A grande operação tem objetivo fornecer uma retrato detalhado de vários aspectos da população brasileira, como educação, saúde, moradia, trabalho e condições de vida.

*Com informações da repórter Caterina Achutti