FMI critica onda de protecionismo americana e faz alerta aos europeus

  • Por Ulisses Neto/Jovem Pan
  • 09/10/2018 10h33
EFENo longo prazo a economia americana será prejudicada pela política protecionista adotada por Donald Trump

O Fundo Monetário Internacional realiza seu encontro anual em Bali na Indonésia em um clima de pessimismo com a economia global. As previsões de crescimento foram revistas para baixo, os números não estão batendo com projeções anteriores e o protecionismo se espalha.

Tanto que o FMI já enviou alerta para os Estados Unidos: no longo prazo a economia americana será prejudicada pela política protecionista adotada por Donald Trump.

Para o fundo, a China vai sangrar em um primeiro momento por causa das taxações impostas por Washington – mas os investimentos na economia americana não vão passar ilesos; e seus parceiros regionais, México e Canadá, também sofrerão.

O FMI também faz alertas para os europeus reduzindo as perspectivas de crescimento. Já para o Reino Unido, a recomendação é que o governo comece a gastar mais para compensar os efeitos negativos do Brexit.

Acontece que o próprio governo britânico reconhece que não tem de onde tirar dinheiro para um pacote de estímulo econômico no caso de um divórcio litigioso com a União Europeia.

Aparentemente, tempos ainda complicados se avizinham na economia mundial.