Lei determina que gestantes e lactantes vão ter prioridade na vacinação contra a Covid-19

Também vão para a frente da fila crianças e adolescentes com deficiência e pessoas com até 17 com comorbidades ou internação determinada pela Justiça

  • Por Jovem Pan
  • 31/07/2021 08h14 - Atualizado em 31/07/2021 13h03
FERNANDO SILVA /FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 29/06/2021Gestantes, lactantes e mulheres que deram à luz a menos de 45 dias têm prioridade na vacinação

A lei que determina a prioridade na vacinação contra a Covid-19 foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro nesta sexta feira, 30. Gestantes, lactantes e mulheres que deram à luz a menos de 45 dias entraram neste grupo. Também vão para a frente da fila crianças e adolescentes com deficiência e pessoas com até 17 com comorbidades ou internação determinada pela Justiça. Cristiane Britto, da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres, disse que é uma conquista para a população feminina. Ela garantiu que todas as mulheres no exercício da maternidade terão seus direitos respeitados. O documento do novo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19 também foi assinado pelos ministros da Saúde, Marcelo Queiroga, e da família e dos direitos humanos, Damares Alves.

*Com informações da repórter Elisângela Almeida