Governo investiga ameaças de novas greves, mas diz que não lida com boatos

  • Por Jovem Pan
  • 04/06/2018 07h25
Agência BrasilMinistro do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen, garante que não há mais razão para continuidade da GLO, que foi assinada para desobstruir os bloqueios nas estradas

Vence nesta-segunda-feira (4), a GLO (Garantia da Lei da Ordem), que foi decretada pelo presidente Michel Temer. E não haverá prorrogação. O comitê de crise instalado no Palácio do Planalto já está desfeito. Ele foi formado para acompanhar a greve dos caminhoneiros que desabasteceu e parou o País.

Mesmo assim uma reunião ampla no último domingo (3), de ministros e secretários concluiu que não há mais desabastecimento e o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen, garante que não há mais razão para continuidade da GLO, que foi assinada para desobstruir os bloqueios nas estradas.

Sobre a paralisação está sendo pregada pela internet, o ministro Etchegoyen alerta que acompanha mas que o governo não lida com imprecisões, boatos e mentiras.

Sobre estas mensagens de paralisação, nesta segunda, o ministro de Segurança Pública, Raul Jungmann revela estão sendo todas investigadas. Os responsáveis, segundo ele, monitorados e serão punidos. Ele disse que o crime é por provocar a desordem e o temor a população.

*Com informações do repórter José Maria Trindade