Homem é assassinado à luz do dia em feira livre de São Paulo

O vidraceiro Rogério da Silva Santos foi morto no bairro do Cambuci; segundo a família, ele não tinha dívidas ou desavenças

  • Por Jovem Pan
  • 10/09/2020 07h26 - Atualizado em 10/09/2020 08h09
Divulgação/SSP-SPO caso será investigado pelo departamento de homicídios e proteção à pessoa

A polícia investiga o assassinato, em plena luz do dia, de um homem, de 42 anos, que levou dois tiros dentro do próprio carro, na região central de São Paulo.  O vidraceiro Rogério da Silva Santos foi morto na na esquina da Rua Pedro Severino com a Rua Professor Demóstenes Batista Ferreira, no bairro do Cambuci.  O caso aconteceu na quarta-feira, 9, quando uma feira livre era realizada no local. Câmeras de segurança flagraram o momento em que um dos suspeitos sai de um carro branco e sobe numa motocicleta, coloca o capacete e ajeita a arma na cintura. Então, os dois suspeitos se aproximaram do veículo onde estava a vítima, disparam e fogem do local.

Os familiares ficam muito assustados com a notícia, não sabem o que teria acontecido, qual teria a motivação para este crime, se foi um crime de execução ou um crime de latrocínio. “Eu peço ajuda para colocar na cadeia quem fez isso com ele. Nada justifica tirar a vida de um pai de família com quatro crianças, com a mulher dele de resguardo porque a 15 dias fez uma cesariana”, diz Rosângela Silva, irmã da vítima. Ainda segundo a família, o vidraceiro tinha uma vida tranquila e não tinha dívidas ou desavenças. O caso será investigado pelo departamento de homicídios e proteção à pessoa.

*Com informações do repórter Vinícius Moura