Indústria paulista fecha 3,5 mil postos de trabalho em julho, diz Fiesp

  • Por Jovem Pan
  • 17/08/2019 12h27
Arquivo/Agência BrasilVagas foram mais fechadas em São Bernardo do Campo e Osasco

A indústria paulista contabilizou saldo negativo na geração de postos de trabalho em julho. De acordo com dados divulgados nesta sexta-feira (16) pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), foram fechadas 3,5 mil vagas na comparação com junho.

No acumulado do ano, o saldo é de mil vagas a menos também. Para a Fiesp, a redução já era esperada para o mês de julho, mas o avanço na agenda das reformas pode dar fôlego ao crescimento da economia, com geração de emprego.

Entre os setores acompanhados pela pesquisa, 41% apresentaram variações negativas, nove com demissões, oito com registro de contratação e cinco ficaram estáveis. Os principais destaques negativos ficaram por conta de veículos automotores, reboques e carroceria; couro e calçados e produtos de metal, exceto máquinas e equipamentos.

Dados positivos foram registrados em vestuário e acessórios, produtos farmacoquímicos e farmacêuticos; celulose, papel e produtos de papel.

O maio número de vagas abertas foi encontrado Botucatu e Ribeirão Preto. Já o fechamento de postos de trabalho aconteceu em maior número em em São Bernardo do Campo e Osasco.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos