Itália endurece medidas de restrição enquanto Japão libera público em provas esportivas

Os números diários de novos casos da Covid-19 no país europeu se aproximam dos vistos em março

  • Por Jovem Pan
  • 14/10/2020 06h14 - Atualizado em 14/10/2020 10h01
EFE/EPA/MATTEO BAZZIEnquanto a Itália endurece a quarentena, o Japão se prepara para receber um evento internacional de ginástica

Itália endurece medidas de isolamento para conter segunda onda da Covid-19. O primeiro ministro italiano afirmou, nesta terça-feira (13), novas restrições a bares, restaurantes, eventos esportivos e atividades escolares. O decreto de Giuseppe Conte proíbe festas até mesmo em ambientes abertos e limita a 30 pessoas a ocupação em casamentos e cerimônias religiosas. O governo italiano também recomenda que as pessoas passem a utilizar máscaras dentro de casa, quando membros de fora da família estiverem presentes.

Esportes de contato estão proibidos em todo o território, a não ser que sejam reconhecidos pelas federações. Os números diários de novos casos da Covid-19 na Itália se aproximam dos vistos em março, auge da pandemia no país. A determinação vem ao mesmo tempo que acontece o tradicional torneio de Ciclismo Giro da Itália. Nesta terça, duas equipes anunciaram o abandono da prova por causa de casos de coronavírus. Mitchelton-Scott e Jumbo-Visma têm atletas com Covid-19 e não seguem na competição. A organização da corrida conversa sobre a viabilidade de continuar com a prova, que tem previsão de encerramento para 25 de outubro.

Enquanto a Itália endurece a quarentena, o Japão se prepara para receber um evento internacional de ginástica. O governo de Tóquio anunciou que vai autorizar atletas estrangeiros a não cumprirem a quarentena de 14 dias. A medida é vista como um teste para o planejamento dos jogos Olímpicos de Verão, que acontecerão entre julho e agosto de 2021. O torneio de ginástica contará com atletas dos Estados Unidos, China, Rússia, além do próprio Japão, e está marcado para a primeira semana de novembro. As provas serão realizadas no Ginásio Nacional de Yoyogi, que poderá receber até 2 mil espectadores.

*Com informações do repórter Vinícius Nunes