Maduro ironiza decisões de Brasil e Canadá de expulsarem diplomatas venezuelanos

  • Por Jovem Pan
  • 29/12/2017 08h59
EFE/MIGUEL GUTIÉRREZMaduro agradeceu aos dois países, os primeiros governos de direita, a acatarem a decisão da Assembleia Constituinte

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ironizou as decisões de Brasil e Canadá de expulsar os diplomatas venezuelanos.

Maduro agradeceu aos dois países, os primeiros governos de direita, a acatarem a decisão da Assembleia Constituinte.

Na semana passada, a presidente da Assembleia Constituinte, Delcy Rodríguez, disse que o embaixador brasileiro Ruy Pereira era persona non grata e expulsou o encarregado de negócios canadense.

Na terça-feira, o Brasil devolveu e declarou que o diplomata venezuelano Gerardo Delgado não era bem-vindo, mesma atitude tomada pelo governo do Canadá com o embaixador venezuelano.

As relações diplomáticas entre Brasil e Venezuela foram congeladas em agosto de 2016, após o impeachment de Dilma Rousseff.

Na ocasião, Caracas retirou seu embaixador e Delgado Maldonado passou a liderar a delegação no Brasil com o cargo de Ministro Conselheiro.

*Informações do repórter Victor Moraes