MEC adia inscrições para o Fies no segundo semestre

A alteração acontece após o ministério identificar inconsistências no processamento da distribuição das vagas ofertadas

  • Por Jovem Pan
  • 22/07/2020 06h24 - Atualizado em 22/07/2020 09h22
Marcello Casal Jr/ Agência BrasilSegundo o edital, pode ser inscrever no Fies quem fez o Enem a partir de 2010; teve média igual ou superior a 450 pontos nas notas das cinco provas e que não tenha zerado na redação

Com a intenção de tentar uma vaga em uma faculdade privada, o estudante José Anchieta Magalhães, de 21 anos, estava contando com o auxílio do Fies para bancar os estudos. Para a surpresa de José e outros alunos, as inscrições que estavam previstas para começar na terça-feira (21) foram adiadas pelo Ministério da Educação.  Agora, estudantes que desejam obter o financiamento estudantil para cursar o ensino superior em universidades privadas deverão se inscrever entre os dias 28 e 31 de julho. A alteração se deu após o MEC identificar inconsistências no processamento da distribuição das vagas ofertadas pelas instituições.

Segundo o edital, pode ser inscrever no Fies quem fez o Enem a partir de 2010; teve média igual ou superior a 450 pontos nas notas das cinco provas e que não tenha zerado na redação. Alunos que possuam renda familiar mensal bruta de até 3 salários mínimos por pessoa também podem solicitar o benefício. O candidato poderá escolher três opções de curso, turno e local de oferta entre os disponíveis. Ele será selecionado de acordo com a nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio.

*Com informações da repórter Letícia Santini