Opep+ anuncia aumento na oferta de petróleo para frear alta dos combustíveis

Proposta é elevar a produção mundial em dois milhões de barris por dia a partir de 1º de agosto

  • Por Jovem Pan
  • 19/07/2021 06h30 - Atualizado em 19/07/2021 08h50
Larry W. Smith/EFEDurante 2022, a extração de petróleo vai continuar aumentando: deve subir mais oito milhões de litros por dia

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados, grupo que reúne os maiores produtores de petróleo do mundo, anunciou que chegou a um acordo para frear os preços dos combustíveis. O litro da gasolina subiu em média 20% só neste ano no Brasil, enquanto o diesel teve reajuste de 18,4%. No entanto, o incômodo com as altas nos valores não incomodava apenas os brasileiros. A cotação do barril do petróleo no mercado internacional teve aceleração recorde nos últimos dois anos e meio. Com isso, neste domingo, 18, uma negociação, que incluiu Emirados Árabes, Arábia Saudita, Rússia, Kuwait e Iraque, chegou ao fim com uma decisão estratégica: partir do dia primeiro de agosto, o grupo vai aumentar a produção mundial em dois milhões de barris por dia, o que vai aumentar a oferta e deve reduzir o preço. Durante 2022, a extração de petróleo vai continuar aumentando: deve subir mais oito milhões de litros por dia, até o final do ano que vem.

*Com informações da repórter Juliana Tahamtani