Operação da PF contra pornografia infantil prende professor em São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 22/10/2018 10h18
PixabayA investigação apontou ainda que o professor, além de divulgar o material, também utilizava sua profissão para abusar de crianças de 05 a 10 anos de idade de ambos os sexos (imagem ilustrativa)

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta segunda-feira (22) a Operação Mestre Impuro para combate ao abuso sexual infantil e sua divulgação na internet. Um homem foi preso e dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

Segundo as investigações, um professor publicou grande quantidade de material com cenas de sexo em fóruns na Deep Web dedicados à pornografia infantil.

A investigação apontou ainda que o professor, além de divulgar o material, também utilizava sua profissão para abusar de crianças de 05 a 10 anos de idade de ambos os sexos.

O homem, que não teve identidade apresentada pela PF, será indiciado pelos crimes de publicação de imagens de pornografia infantil com penas de três a seis anos de reclusão, e pelo crime de estupro de vulnerável, com penas de oito a 15 anos.

Até o momento das investigações, sete crianças foram identificadas como membros da família do suspeito, alunos e alunas. A operação continua para identificar se existem mais vítimas.