Paulo Marinho defende Doria como ‘terceira via’ para eleições de 2022: ‘Melhor alternativa’

Empresário admitiu que o governador de São Paulo enfrenta resistências no PSDB, mas afirmou que ele terá ‘respostas imediatas’ nas pesquisas quando se candidatar à presidência

  • Por Jovem Pan
  • 16/06/2021 09h58 - Atualizado em 16/06/2021 10h00
WERTHER SANTANA/ESTADÃO CONTEÚDOPara Paulo Marinho, João Doria é 'a melhor alternativa' para a disputa do PSDB nas eleições presidenciais

Com a definição das prévias do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e o interesse do governador de São Paulo em disputar as eleições presidenciais em 2022, o empresário Paulo Marinho acredita que as eleições internas da legenda devem confirmar o favoritismo de João Doria. Embora reconheça que o processo pode desgastar a imagem do partido, Paulo Marinho acredita que a disputa é importante para que “a campanha ocorra de maneira equilibrada” e defende que o governador representa a melhor opção do PSDB para uma “candidatura viável”. “Doria representa o melhor nome para encarnar essa figura de Centro na eleição do próximo ano. Essa terceira via que tanto falam, na minha opinião, já existe na pessoa do governador. Ele tem algumas resistências dentro do partido, que são questões de natureza pessoal, são pessoas que não tem simpatia. Não é simpatia na questão político, é natural, pessoal”, disse o empresário em entrevista ao Jornal da Manhã, a Jovem Pan, nesta quarta-feira, 16. Para Marinho, João Doria tem o que chamou de um “retrospecto vitorioso”, destacando a vitória nas duas eleições que concorreu: para prefeito de São Paulo e para o governo do Estado. “Querer achar que essa pessoa não é o melhor candidato é caminhar para a derrota”, completou.

Paulo Marinho pontuou ainda que não há possibilidade de insucesso do governador nas pesquisas eleitorais do ano que vem, após viabilização da candidatura pelo partido. “Ele gosta da campanha, transita bem nesse momento, se ele se consagrar [o candidato do PSDB à Presidência] vai ter resposta nas pesquisa imediatamente e vai começar a receber apoio. Ele é a terceira via nessa eleição”, garantiu, destacando que, diferente das prévias de 2017, quando Doria foi derrotado por Geraldo Alckmin, o governador está tentando a aprovação do partido de maneira “mais consistente”. “Mais do que nunca, salta aos olhos que ele é a melhor alternativa”, finaliza Paulo Marinho, que disse ter errado por apoiar a candidatura de Jair Bolsonaro à Presidência em 2018. “Agora é a minha hora de pagar essa penitência, além do meu entusiasmo pela candidatura do governador João Doria.”