Petrobras manterá fornecimento de gás a estados que têm liminares contra reajuste

Alagoas, Rio de Janeiro, Sergipe e Ceará consomem, em média, sete milhões de metros cúbicos de gás; estatal vai recorrer às liminares

  • Por Jovem Pan
  • 30/12/2021 08h31
Tânia Rêgo/Agência Brasil - 17/09/2019 petrobras Petrobras deve recorrer às liminares movidas por quatro estados brasileiros

Fontes da Petrobras ouvidas pela Jovem Pan nesta quarta-feira, 29, afirmaram que a empresa não vai deixar de fornecer gás a quatro estados brasileiros que conseguiram liminares na Justiça para conter o reajuste a partir de 1º de janeiro: Sergipe, Rio de Janeiro, Ceará e Alagoas. A estatal, porém, se movimenta para tentar derrubar as liminares das unidades federativas, que demandam diariamente entre 7 e 8 milhões de m³. A Petrobras informou que iniciou negociações para novos contratos com distribuidoras de gás com antecedência, no início de 2020, dentro do cronograma estabelecido pelas concessionárias para chamadas públicas, o que causou “surpresa” nas ações da Justiça. A estatal ofereceu às distribuidoras de gás natural produtos com prazo de seis meses, um ano, dois anos e quatro anos, assim como mecanismos para reduzir a volatilidade dos preços, que são normalmente indexados ao preço do petróleo do mercado internacional. Segundo a Petrobras, oito concessionárias estaduais seguiram o rito e fecharam acordos dentro das regras nos estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul e São Paulo. Para a Petrobras, o objetivo dos estados que acionaram a Justiça é conseguir uma vantagem diferenciada.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga