Polícia Civil de Diadema investiga o furto de duas doses da CoronaVac

Prefeitura da cidade informou que instaurou processo administrativo para apurar o caso

  • Por Jovem Pan
  • 25/01/2021 06h35
ADRIANA TOFFETTI/A7 PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 12/12/2020Secretaria de Saúde da cidade afirmou que a unidade não registrou nenhum tipo de invasão externa

A Polícia Civil de Diadema, na Grande São Paulo, investiga o furto de duas doses da vacina CoronaVac. O sumiço aconteceu na Unidade Básica de Saúde Parque Reid, no centro da cidade. Foram os próprios profissionais do local que perceberam a falta dos imunizantes. Na última semana, a UBS recebeu 70 doses da CoronaVac e, após a imunização dos trabalhadores da saúde, 30 delas sobraram. Na sexta-feira, 24, no entanto, quando os profissionais chegaram na UBS Parque Reid, apenas 28 doses da vacina foram encontradas. A gerente da Unidade Básica de Saúde registrou um boletim de ocorrência.

Em nota, a Prefeitura de Diadema informou que instaurou processo administrativo para apurar o caso e que intensificou a segurança em todas as UBS com auxílio da Guarda Civil Municipal. A Secretaria de Saúde da cidade afirmou que a unidade não registrou nenhum tipo de invasão externa e que as vacinas estavam armazenadas em um local com chave e com acesso somente de funcionários. A pasta destaca, ainda, que o furto de vacina é crime e a aplicação do imunizante em qualquer pessoa que não se enquadre nos critérios definidos pelas autoridades de saúde é irregular e deve ser denunciada.

*Com informações da repórter Beatriz Manfredini