Polícia investiga em que circunstâncias delegada foi baleada dentro da própria casa nos Jardins

A policial é considerada uma das principais delegadas do Estado e, nos últimos dias, esteve à frente da prisão do empresário Luciano Ayan

  • Por Jovem Pan
  • 04/08/2020 07h33 - Atualizado em 04/08/2020 08h05
PixabayUma perícia foi realizada e o caso registrado no 78º DP

A delegada da Polícia Civil de São Paulo Ivalda Oliveira Aleixo não corre risco de morte. Ela foi encontrada baleada em seu apartamento, na Alameda Itu, no bairro dos Jardins, na região central da capital paulista. Funcionários do prédio perceberam marcas de sangue no elevador, seguiram os rastros que levaram até a residência e acionaram o socorro. O local continha marcas de tiros.

Ivalda Aleixo foi levada inconsciente ao Hospital das Clínicas apresentando um ferimento na veia femural e permanece internada em estado grave — porém estável. A policial é considerada uma das principais delegadas do Estado e, nos últimos dias, esteve à frente da prisão do empresário Luciano Ayan que teria ligações com o Movimento Brasil Livre. Uma perícia foi realizada e o caso registrado no 78º DP. Os investigadores apuram a ocorrência e não descartam nenhuma hipótese.

*Com informações do repórter Daniel Lian