Polícia investiga nova modalidade de crime no Rio de Janeiro

Investigações da corporação apontam participação de policiais civis e militares nas quadrilhas de ‘boteiros’

  • Por Jovem Pan
  • 08/03/2021 08h12
Divulgação/PMRJA figura do "boteiro" vem da palavra bote e é utilizada para se referir aos bandidos que roubam cargas de drogas de traficantes

A polícia do Rio de Janeiro identificou uma nova modalidade de crime. Segundo investigações da corporação, surgiu a figura do “boteiro”, que vem da palavra “bote” e é utilizada para se referir aos bandidos que roubam cargas de drogas de traficantes. A nova modalidade de crime funciona da seguinte forma: um suposto comprador de drogas, como ecstasy e haxixe, entra em contato com um traficante fazendo uma encomenda. A pessoa vai até o local marcado para comprar a droga e anuncia um assalto. A prática, segundo a polícia fluminense, tem se espalhado pelo Rio de Janeiro. De acordo com as investigações, policiais civis e militares estariam participando das quadrilhas de “boteiros”, que roubam as drogas. Frequentemente, os traficantes conseguem identificar os criminosos e promovem o assassinatos dos membros da quadrilha.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga