Presidiários envolvidos no sequestro do helicóptero no Rio são transferidos para ala de segurança máxima

Polícia dá continuidade nas buscas para encontrar e prender os dois suspeitos de realizarem a ação

  • Por Jovem Pan
  • 25/09/2021 11h22
Reprodução/Twitter/@rmotta2Vídeo que circula na internet mostra momento em que o helicóptero parece que vai cair, ao sobrevor uma unidade da PM

Na última sexta-feira, 24, três presidiários envolvidos no caso do sequestro do helicóptero no Rio de Janeiro foram transferidos para a ala de segurança máxima do presídio de Bangu, na zona oeste da cidade. Desde o último domingo, 19, quando o piloto Adônis Lopes foi rendido por dois bandidos em pleno voo, sete pessoas já foram transferidas para o setor. A ação tinha como objetivo resgatar presos. A aeronave tinha capacidade para transportar cinco pessoas. As medidas foram tomadas a partir da análise das câmeras de segurança do presídio e de depoimentos de servidores. Até o momento, a polícia ainda não encontrou os dois criminosos, Marco da Silva e Cauã da Silva, mas dá seguimento às buscas.

*Com informações do repórter Mateus Koelzer