Trump enviará 800 soldados para reforçar fronteira com México e bloquear caravana de imigrantes

  • Por Jovem Pan
  • 26/10/2018 06h38
EFENo grupo, haverá engenheiros para ajudar a construir tendas e cercas, médicos e especialistas para operar drones posicionados ao longo da divisa

O presidente norte-americano, Donald Trump, vai enviar 800 soldados do Exército para reforçar a fronteira com o México e bloquear a entrada da caravana de imigrantes da América Central que se dirige aos Estados Unidos.

No grupo, haverá engenheiros para ajudar a construir tendas e cercas, médicos e especialistas para operar drones posicionados ao longo da divisa.

Desde que a caravana de imigrantes partiu de San Pedro Sula, em Honduras, no dia 13 de outubro, Trump tem feito muitas críticas e ameaças aos governos de Honduras, Guatemala e El Salvador.

O presidente norte-americano já ameaçou cortar a ajuda financeira à América Central e fechar a fronteira com o México. A 12 dias para as eleições legislativas, Trump quer usar a caravana no discurso contra os democratas, a quem responsabiliza pela frágil lei imigratória.

Uma pesquisa divulgada pelo Pew Research Center nessa quinta-feira (25) mostra que ser latino nos Estados Unidos sob a administração de Donald Trump é mais difícil do que era antes do republicano assumir a presidência.

Quase metade dos entrevistados afirmaram que a sua situação no país piorou no último ano. O nível é tão ruim que se compara com 2008, ano da crise financeira que abalou os Estados Unidos, quando 50% disseram que a vida estava pior em comparação com o ano anterior.

A comunidade latina nos Estados Unidos é formada por cerca de 59 milhões de pessoas e é uma das que mais crescem no país.

*Informações do repórter Victor Moraes