TSE julga nesta terça-feira ações que pedem a cassação da chapa Bolsonaro-Mourão

O presidente e o vice são alvos de investigações que apuram disparos em massa de fake news nas eleições de 2018

  • Por Jovem Pan
  • 09/02/2021 05h25 - Atualizado em 09/02/2021 10h11
GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDOOs magistrados devem decidir se prosseguem com o andamento das ações

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julga nesta terça-feira, 09, duas ações que pedem a cassação da chapa Bolsonaro-Mourão. O presidente e o vice são alvos de investigações que apuram disparos em massa de fake news no pleito de 2018. Com relatoria do ministro Luis Felipe Salomão, os magistrados devem decidir se prosseguem, ou não, com o andamento das ações. A Procuradoria-Geral Eleitoral (PGE) pediu quebra dos sigilos bancário e fiscal de quatro empresas que teriam efetuado os disparos.

Também será analisado o mesmo pedido em relação ao empresário Luciano Hang por supostos envios de fake news por Whatsapp. A defesa de Hang diz que há uma confusão entre o impulsionamento nas redes sociais e no perfil pessoal do empresário. A  PGE alega que o Whatsapp informou ter detectado “comportamentos anormais” por parte das empresas. Duas ações são movidas pela coligação Brasil Soberano, formada pelo Avante e pelo PDT. O presidente Jair Bolsonaro nega qualquer envolvimento com os disparos em massa de fake news. Caso as ações sejam procedentes, o chefe do Executivo federal pode ser afastado do cargo.

*Com informações da repórter Camila Yunes