Zé Trovão alega ‘perseguição’ de Moraes e pede asilo político ao México

Solicitação do caminhoneiro está na comissão mexicana de ajuda a refugiados

  • Por Jovem Pan
  • 14/09/2021 10h40
Reprodução/WhatsAppZé Trovão é investigado por declarações que incitam atos violentos e antidemocráticos contra o Congresso Nacional e a Suprema Corte brasileira

O caminhoneiro Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão, um dos articuladores das manifestações pró-governo no dia 7 de setembro e bloqueios de estradas, ingressou com um pedido de asilo político ao governo do México, país em que se encontra atualmente. O documento está na comissão mexicana de ajuda a refugiados. A alegação é que ele está sofrendo perseguição política no Brasil. O caminhoneiro vem fazendo uma série de críticas ao Supremo Tribunal Federal (STF), sobretudo ao ministro Alexandre de Moraes, que autorizou operação de busca e apreensão em endereços ligados a ele e determinou sua prisão preventiva. Zé Trovão é investigado por declarações que incitam atos violentos e antidemocráticos contra o Congresso Nacional e a Suprema Corte. Ele estaria no México com o jornalista Oswaldo Eustáquio, que tem o mesmo advogado do caminheiro e também solicitou asilo político no país.

*Com informações do repórter Fernando Martins