Augusto Nunes: ‘Se apoiar candidatos, Lula vai garantir a derrota do PT em todas as capitais’

Ex-presidente declarou voto em Guilherme Boulos em São Paulo; partido tem mais dois concorrentes a prefeituras de capitais: João Coser, em Vitória, e Marília Arraes, em Recife

  • Por Jovem Pan
  • 19/11/2020 21h24
GABRIELA BILÓ/ESTADÃO CONTEÚDOSaldo eleitoral do PT nessas eleições inclui o menor número de prefeituras conquistadas em 20 anos

Após a derrota do candidato Jilmar Tatto (PT) em São Paulo, o ex-presidente Lula manifestou apoio a Guilherme Boulos (PSOL), que disputará o segundo turno da eleição para a prefeitura da cidade. O Partido dos Trabalhadores tem, ainda, mais dois candidatos nas capitais: João Coser, em Vitória, e Marília Arraes, em Recife. No entanto, o saldo eleitoral do PT nessas eleições inclui o menor número de prefeituras conquistadas em 20 anos. Para o comentarista Augusto Nunes, do programa Os Pingos nos Is, da Jovem Pan, o apoio de Lula seria um erro para os concorrentes do PT. “Lula está ameaçando apoiar os três candidatos que vão disputar pelo PT. Aí é que vai garantir a derrota em todas as capitais”, afirmou.

Além disso, segundo Augusto, as eleições municipais não tem nenhuma relação com as presidenciais. “Nem prefeito consegue eleger presidente, nem presidente consegue eleger prefeito. As pessoas votam em nomes, não em partidos”, disse. Porém, para o comentarista, “a derrota do PT” foi estratégica e teve “um simbolismo muito grande”. “Levou uma surra em São Bernardo, porque o Lula foi votar com aquela cara de quem acha que ainda elege poste. Levou uma surra do atual prefeito, que é do PSDB, assim como poderia ser de qualquer outro partido. O PT afundou e é possível dizer isso porque é um partido que vem afundando, e não porque o fracasso da eleição municipal inviabiliza a eleição presidencial. É porque vem caindo desde 2012”, disse Augusto.

Assista ao programa na íntegra: