Alê Oliveira revela se está solteiro ou namorando: ‘Estou enjoado de fazer amor’

Em entrevista ao Pânico, comentarista esportivo abriu o coração e afirmou que prefere churrasco a sexo: ‘Fazer amor é para quem está desprovido financeiramente’

  • Por Jovem Pan
  • 11/02/2021 16h16 - Atualizado em 11/02/2021 17h14
Reprodução/PânicoAlê Oliveira afirmou, em entrevista ao Pânico, que se "auto zoar" é o jeito que encontrou para "continuar vivo"

Em entrevista ao programa Pânico, da Jovem Pan, nesta quinta-feira, 11, o comentarista esportivo Alê Oliveira abriu o coração e revelou estar “cansado de fazer amor”. “Estou realmente solteiro — por opção delas, mas estou um pouco enjoado de fazer amor. Para quem está solteiro, fazer amor dá muito trabalho porque você precisa beijar, caprichar, ir ali, ‘fazer um DJ’, voltar e tudo mais. Então, isso é mais pra quem está sem recursos financeiros. Quem tem dinheiro faz churrasco, reúne os amigos, toma uma cerveja gelada e não precisa se preocupar se a linguiça está dura ou não. Fazer amor é para quem está desprovido financeiramente. Prefiro falar minhas besteiras”, disse.

Considerando que fala “muitos absurdos” durante as transmissões dos jogos de futebol, o comentarista afirmou que “o que toma de ‘azulzinho’, toma de ‘cancelamento'”. No entanto, apesar dos “cancelamentos“, reforçou que prefere seguir usando a linguagem “que aproxima”. “Assim, o cara se identifica, sou um representante dele falando. Não assisto programas de esporte, me irrita quando vejo os caras querendo ensinar futebol para quem está assistindo — sendo que muitos dos comentaristas só viram uma bola na vitrine. Esse não é o caminho. O legal é conversar sobre futebol e brincar com a linguagem que todo mundo fala. Só para mostrar que entendem do esporte, os comentaristas usam termos que nem os jogadores, os técnicos ou os torcedores usam. Não tenho a pretensão de ensinar futebol para ninguém, gosto de trocar ideia e não me levar muito a sério. Me ‘auto zoar’ é o jeito que arrumei para continuar vivo”, concluiu.

Confira na íntegra a entrevista com o comentarista Alê Oliveira: