‘Trump pode ser um dos republicanos mais votados por negros e latinos’, diz Ana Paula Henkel

Comentarista de política no grupo Jovem Pan, a ex-jogadora de vôlei participou do programa Pânico nesta terça-feira, 6, e comentou o atual cenário político dos Estados Unidos

  • Por Jovem Pan
  • 06/10/2020 14h20 - Atualizado em 06/10/2020 15h32
Ana Paula Henkel participou do programa Pânico

A ex-jogadora de vôlei e hoje comentarista de política no grupo Jovem Pan, Ana Paula Henkel, participou nesta terça-feira, 6, do programa Pânico e falou sobre as eleições presidenciais dos Estados Unidos, que acontecem no dia 3 de novembro. Segundo ela, não está nítido quem pode vencer a disputa entre Donald Trump e Joe Biden. “Tá embolado. Saiu uma pesquisa que dá quase 17 pontos de diferença do Biden na frente, mas a história mostra que as pesquisas erraram, todas elas erraram em 2016. Então é difícil se basear nesse tipo de pesquisa”, comentou. Mas para Ana Paula, o debate entre os vice-presidentes, Kamala Harris (vice de Biden) e Mike Pence (vice de Trump), que acontece nesta quarta pode dar um rumo diferente às eleições.

“Acho que antigamente os debates de vice não tinham peso, mas essa eleição é uma das mais importantes da história americana e no meio de uma pandemia onde tudo é usado como arma política. O debate entre vices pode ter um peso importante, ainda mais agora que o Trump teve que dar um tempo da campanha dele”, disse. Questionada sobre as manifestações de artistas nas redes sociais para que a população vote, Ana Paula afirmou que essas atitudes beneficiam o partido Democrata. “Hollywood vive em uma bolha democrata e, quanto mais eles falam, mais eles ajudam os republicanos. Eles instigam a maioria silenciosa que, às vezes, essas pequisas não englobam. Torcer para que o presidente morra só reforça isso”, explicou.

A comentarista também arriscou fazer uma projeção dos resultados. De acordo com ela, independente de quem vencer a corrida presidencial, Trump fará história. “Independentemente do resultado dessa eleição, eu arrisco a dizer que o presidente Donald Trump vai ser um dos maiores presidentes republicanos com número de votos de negros e latinos da história, porque ele não ficou com a narrativa de meio ambiente e Black Lives Matter, ele foi a campo e fez coisas que afetaram essas comunidades”, disse, citando que as taxas de desemprego entre esses grupos foram as mais baixas da história.

Assista abaixo alguns trechos da entrevista de Ana Paula Henkel no Pânico: