‘O que acha do Casagrande?’ Vampeta abre o jogo em programa da Jovem Pan

O Velho Vamp falou o que pensa sobre o ex-jogador do Corinthians e comentarista da Globo; confira

  • Por Jovem Pan
  • 07/11/2020 08h00
Montagem sobre fotos/Reprodução/Jovem Pan/@wcasagranderjrVampeta falou sobre o relacionamento com Casagrande

Walter Casagrande marcou época no Corinthians, venceu a Liga dos Campeões da Europa com o Porto e chegou a disputar a Copa do Mundo de 1986 com a seleção brasileira. Além da bela história como jogador, o comentarista da Rede Globo precisou superar problemas pessoais, como a depressão e o uso abusivo do álcool e de drogas ilícitas. No 52º programa “Pergunte ao Vampeta”, do Grupo Jovem Pan, o ex-jogador do Timão abriu o jogo e falou qual é sua opinião sobre Casão. “Eu tenho o maior respeito pelo Casagrande. Como comentarista, é um dos melhores do Brasil. Quando eu jogava, sempre me elogiou. Ele se superou mesmo. Teve um problema muito sério. Jogou Copa do Mundo, teve uma história bonita sendo campeão europeu. O Casão tem todo o meu respeito. Tem que respeitá-lo, é a democracia. Às vezes ele faz comentários que as pessoas não gostam e outras gostam, assim como eu aqui na Jovem Pan. Mas eu tenho que tirar o chapéu e dar nota dez para ele”, declarou o Velho Vamp.

Casagrande conquistou duas vezes o Campeonato Paulista (1982 e 1983) com a camisa do Alvinegro paulista e participou da fundação da “Democracia Corinthiana”, movimento que, entre outras reivindicações, apoiava as Diretas Já. Na Europa, o ex-centroavante foi campeão da Liga dos Campeões da Europa de 1986/87 com o Porto, além de ter vencido a Copa Itália com o Torino. Reconhecido com um legítimo camisa 9, Casão foi convocado para o Mundial de 1986, quando o Brasil acabou sendo eliminado pela França nas quartas de final. Após pendurar as chuteiras, Casagrande passou a atuar como comentarista esportivo, iniciando a sua trajetória na ESPN até firmar contrato com o Grupo Globo. A sua trajetória na emissora, no entanto, foi interrompida em 2007, quando o ex-atacante sofreu um acidente de automóvel após abusar do consumo de drogas. Internado em uma clínica de reabilitação após o incidente, Casão voltou a aparecer nas telinhas em 2009. O fim da dependência, no entanto, só aconteceu anos mais tarde, depois de sofrer um infarto e buscar ajuda novamente. Em relato emocionante, Casagrande anunciou que a Copa do Mundo de 2018, realizada na Rússia, foi a primeira em que ele trabalhou e não utilizou qualquer substância ilícita.

Assista ao programa abaixo: