Vampeta se diz contra MP do Futebol: ‘Se não fosse a Globo, muitos clubes já teriam quebrado’

“Eu jogava e sabia que, quando a Globo pagava a cota dos clubes que eu defendia, o salário estava em dia”, afirmou o pentacampeão mundial

  • Por Bruno Landi
  • 31/07/2020 18h10 - Atualizado em 31/07/2020 18h11
ReproduçãoO "Pergunte ao Vampeta" é um programa semanal do Grupo Jovem Pan

Publicada na segunda quinzena de junho, a MP 984 mexeu com uma das questões mais convencionais do futebol brasileiro. Ao dar ao time mandante os direitos de transmissão de jogos que não estão sob nenhum contrato vigente, a medida, defendida por Jair Bolsonaro, Flamengo e pela maior parte dos clubes, contribuiu para o que muitas pessoas definiram como a “quebra de monopólio” da Rede Globo no futebol nacional. Com a mudança, afinal, as equipes agora ficam livres para negociar as transmissões com qualquer emissora ou podem até exibir as partidas por conta própria, em seus canais na internet.

Mas será que a MP 984 é realmente benéfica para todos os clubes? Segundo Vampeta, não. Na última edição do Pergunte ao Vampeta, programa semanal do Grupo Jovem Pan no qual o ex-jogador se propõe a responder às mais diversas dúvidas dos internautas, o pentacampeão mundial foi questionado se havia gostado da “derrota” da Globo e não titubeou. Velho Vamp se disse “a favor” da emissora carioca e “contra o que estão fazendo”.

“A gente não entende de tudo, né? Mas desde que eu me conheço por gente, o que a Globo faz, não só no futebol do Brasil, mas também em outras áreas, como novelas, entretenimento… É que a gente não sabe, mas tem municípios no Nordeste em que a maior atração é a Globo. Não tem cinema, parque de diversões, não tem nada… Então, é a programação da Globo com jogos, filmes, novelas…”, argumentou. “Eu ainda apoio a Globo porque, se não fosse ela, muitos clubes no Brasil já teriam quebrado. Eu jogava e sabia que, quando a Globo pagava a cota dos clubes que eu defendia, o salário estava em dia. Então, eu sou a favor da Globo e contra o que estão fazendo”, acrescentou.

A opinião de Vampeta é semelhante à de Flavio Prado. Em participação recente no Esporte em Discussão, do Grupo Jovem Pan, o comentarista também defendeu a Globo e disse que os clubes brasileiros não têm capacidade para negociar direitos de transmissão. Segundo ele, romper totalmente com a Globo seria um “tiro no pé” para as equipes. “Sempre há uma exceção ou outra, mas eles não conseguem nem vender patrocinador de camisa. Como é que vão conseguir transmitir jogos de futebol?”, questionou. “Para se ter um negócio de qualidade, você precisa ter uma negociação coletiva, e, aí, a empresa, a liga, cria uma situação para que tudo seja produzido pela própria liga, bancando, com gente profissional. Do jeito que os clubes são, vão contratar produtora do amigo do irmão do tio de um conselheiro, e vai ficar uma porcaria! Pode esperar, é uma questão de tempo!”, finalizou.

Confira, abaixo, a 38ª edição do Pergunte ao Vampeta: