Leo Dias: Victor Sarro diz que pessoas são tratadas como números na Globo

Humorista comanda as redes sociais de ‘A Fazenda 12’, da TV Record, e contou ao Tô na Pan que não sente saudades de antiga emissora

  • Por Jovem Pan
  • 10/09/2020 12h58
Jovem PanVictor Sarro foi o entrevistado do Tô na Pan, com Leo Dias e Ligia Mendes, nesta quinta-feira (10)

O humorista Victor Sarro é só elogios à sua nova emissora, a Record, onde ele comanda as redes sociais de “A Fazenda 12“, incluindo o TikTok, a grande aposta do reality show para esta edição. Em entrevista ao Tô na Pan, com Leo Dias e Ligia Mendes, nesta quinta-feira (10), Sarro relembrou quando trabalhou na TV Globo. “A diferença entre trabalhar na Record e na Globo é essa: na Globo você é um número, uma matrícula. As pessoas te usam, pegam seu ‘suco’ e chega uma hora que você não é muito interessante, as pessoas não sabem muito seu nome ali dentro, é muito grande. A Record é menorzinha, então todos sabem seu nome”, comparou. Victor participou do “Dancing Brasil”, atração comandada por Xuxa, e classificou a experiência como transformadora. “Mudou minha vida e fez eu acreditar que posso fazer aquilo que tenho vontade”, disse.

O humorista ainda revelou que já foi convidado para participar como peão da “Fazenda”, mas recusou por “mil motivos”. “Não consigo ficar confinado em algum lugar durante tanto tempo, e também tenho minhas filhas e minha mulher aqui fora, que é muito brava”, brincou. Como responsável pelas mídias sociais do programa, Sarro disse que vive uma verdadeira imersão sobre o reality e deu detalhes dos conteúdos que está produzindo. “Vou comandar todas as plataformas. Às quartas, teremos live do eliminado no TikTok, e, às quintas, teremos ‘A Cabine da Descompressão’ – antes, quando a pessoa era eliminada ela ia conversar direto com o Mion, hoje é comigo. E toda sexta-feira farei a live do público, aberta para todo mundo acessar”, explicou.

Sobre a “era do cancelamento”, Victor Sarro sente que os participantes da “Fazenda” estão mais espertos com isso. “Todo mundo já sabe o que dá cancelamento, o que dá like, o que faz render no Instagram de fofoca. Quando você entra muito crazy no programa, é difícil manter esse fôlego até o fim”. Falando da sua comédia em suas redes pessoais, o humorista disse que não se deixa afetar pela opinião alheia. “A internet é uma faca de dois gumes e você não pode deixar se alimentar pelo seu ego. (…) Por isso, nunca liguei pra seguidores, para nada, se o cara me segue é porque gosta. O cara que segue pra criticar, eu dou block. Não vivo de seguidor, vivo de comédia.”

Reveja o Tô na Pan na íntegra: