Tayguara Helou afirma que reforma administrativa é fundamental para o Brasil

Para o presidente do SETCESP, o Brasil ondera a atividade que realmente é produtiva para poder remunerar o funcionalismo público

  • Por Jovem Pan
  • 04/02/2021 11h54
Reprodução/Jovem PanTayguara Helou defende a reforma administrativa para o Brasil crescer

Jovem Pan está sempre atenta aos desafios e às necessidades do Brasil. Nos posicionamos em momentos decisivos e por isso, novamente, nos colocamos em defesa das reformas e dos projetos fundamentais para o desenvolvimento do país. Para isso, convidamos empresários, lideranças e autoridades para agir, juntos, em prol do futuro da nação. O Brasil não pode mais esperar. “Muito se diz sobre a reforma administrativa, que é fundamental. O Brasil, hoje, tem 5.570 municípios, a esmagadora maioria não se paga, 27 Estados, mais a Federação. Tudo isso com Câmara de Vereadores, de Deputados, benefícios, secretarias, secretarias de transporte. Cada um desses municípios, cada um desses Estados, o ministério da Infraestrutura que cuida também de transportes, isso tudo onera o Brasil, onera a produção, onera demasiadamente o consumo e o trabalho, ou seja, nós oneramos a atividade que realmente é produtiva para poder remunerar o funcionalismo público. Essa máquina precisa ser reduzida em benefício de todos, inclusive daqueles que operam em uma complexidade como a nossa. O transporte rodoviário de cargas e logística está presente em todo o Brasil. Portanto, ele deve se submeter a legislações, regulamentações, a toda a parte de certificações em todos esses 5.570 municípios, 27 Estados e na Federação. É uma complexidade operacional gigantesca que atrapalha a eficiência do nosso mercado brasileiro”, aponta Tayguara Helou, presidente do sindicato das empresas de transporte de carga de São Paulo (SETCESP).

Acompanhe a cobertura especial da campanha na página especial do site da Jovem Panjovempan.com.br/o-brasil-nao-pode-mais-esperar. Clique AQUI.