Doria diz que essa eleição é a ‘mais suja da história’ e minimiza pesquisa

  • Por Jovem Pan
  • 26/10/2018 08h55
NILTON FUKUDA/ESTADÃO CONTEÚDO"É triste que a história política brasileira tenha chegado a esse nível de colocar a família de um candidato em jogo", disse Doria

Questionado sobre o vídeo no qual ele supostamente aparece fazendo sexo com cinco mulheres, o candidato do PSDB ao governo de São Paulo, João Doria, afirmou que essa é “a pior e mais suja campanha política já feita na história”.  “É triste que a história política brasileira tenha chegado a esse nível de colocar a família de um candidato em jogo”, disse ele, que estava acompanhado da esposa, Bia Doria, e da deputada federal eleita Joice Hasselmann (PSL)

“É uma vergonha”, concluiu Doria em entrevista coletiva após o último debate antes do segundo turno das eleições. O tucano disse esperar que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) consiga evitar situações como essa na próxima eleição, daqui a dois anos.

Em relação à pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (25), que mostrou que a diferença entre João Doria e seu opositor Márcio França (PSB) caiu de seis para quatro pontos percentuais, o tucano minimizou o resultado, dizendo que “é a sexta pesquisa” na qual aparece na frente. “Estamos na frente porque a população de São Paulo prefere João Doria, prefere o campo liberal e prefere Jair Bolsonaro“, disse, reforçando seu apoio ao candidato do PSL à presidência da República — e tentando angariar votos de seus eleitores.

Segundo o levantamento, o tucano tem 52% da preferência do eleitorado paulista, enquanto França tem 48% — o que significa um empate técnico entre eles. Na comparação com a pesquisa anterior, Doria oscilou um ponto para baixo e o pessebista um ponto para cima.

*Com informações da repórter Nicole Fusco.