Anitta se defende de críticas feitas por diretor e diz que foi falar com ele a pedido de Luísa: ‘Fui uma fofa’

Sonza publicou um posicionamento forte sobre a produtora do clipe ‘Modo Turbo’ e disse estar ‘desapontada’; dona do hit ‘Vai, malandra’ chamou críticas de ‘palhaçada’

  • Por Jovem Pan
  • 25/12/2020 11h45 - Atualizado em 25/12/2020 11h50
Reprodução/Instagram/LuisaSonzaPablo Vittar, Luísa Sonza e Anitta

Anitta se defendeu nesta quarta-feira, 24, das críticas feitas por um dos diretores do videoclipe “Modo Turbo”, de Luísa Sonza com participação também de Pabllo Vittar. No Instagram da Alaska Filmes, Marco Lafer estava respondendo perguntas sobre a produção do vídeo que já atingiu cerca de 15 milhões de visualizações quando foi questionado sobre a maior dificuldade. “Lidar com o ego e falta de caráter de uma celebridade em específico”, escreveu. Em seguida, Lafer foi questionado sobre como era trabalhar com a Anitta. “O que posso dizer é que a gente discorda completamente da conduta profissional da Anita. Nunca destratei ninguém da minha equipe. Não entendo porque alguém escolhe deliberadamente tratar mal as pessoas”, criticou. Em uma longa sequência de stories publicados em sua página oficial no Instagram, Anitta disse que foi “uma fofa” e acusou o diretor de “pedir biscoito em cima dela”.

Além disso, a cantora afirmou que foi falar com Lafer a pedido de Sonza, que quis que ela “se metesse” para explicar como queria que o clipe fosse feito. Segundo Anitta, que elogiou a produção final, ela tinha uma ideia diferente, para um público mais relacionado com o cenário gamer. “Quando eu estou errada eu admito, sou uma pessoa difícil de lidar, porém nesse dia eu fui uma princesinha. Até porque era a Luísa pagando, ela que pediu para eu me meter, eu só estava passando um recado geral de todas nós, que estávamos achando que o clipe ia ser de um jeito e era de outro”, disse Anitta. “Eu fui princesa, fui fofa, pedi para ela vir comigo para eu não me passar, por isso ela veio me defender. Eu fiquei com vergonha porque eu falei para ela contratar essa produtora e não estava do jeito que eu falei. Não tinha como eu não ser fofa, eu merecia palmas nesse dia. Talvez se eu tivesse sido grossa, ele não vinha pedir biscoito na internet”, continuou.

Ontem, Luísa publicou um posicionamento forte sobre a produtora. “Estou desapontada com o posicionamento e a falta de profissionalismo da produtora Alaska Filmes. Sabemos como homens se sentem quando uma mulher bem sucedida e poderosa se impõe e é clara com o que ela quer, infelizmente”, rebateu. Anitta respondeu a amiga pedindo desculpas pela indicação. “Amiga, pelo menos o clipe ficou bonito, o resto, amor, que se exploda”, finalizou a loira. A dona do hit “Vai Malandra” se justificou, ainda, sobre trechos da série documental “Anitta Made in Honório”, da Netflix, em que aparece xingando e sendo grossa com outras pessoas. “Depois que saiu minha série na Netflix, naquele momento que estou gritando, estou falando com meus sócios, não com funcionários que eu contratei. São meus sócios, as únicas pessoas que eu tenho o direito e liberdade de extravasar, ficar puta e me estressar. Depois que eu resolvi expor esse lado impaciente, vai chover gente dizendo que eu gritei, bati, mas nunca sofri um processo. Nos meus 10 anos de carreira, só agora que resolvi mostrar um lado não muito legal, sendo que nem estou falando com qualquer pessoa”, defendeu.