Jennifer Aniston rebate crítica por cortar relações com quem não tomou vacina da Covid-19

Atriz disse que, mesmo imunizada, já existem variantes da doença e que é preciso pensar no coletivo

  • Por Jovem Pan
  • 06/08/2021 16h45 - Atualizado em 06/08/2021 17h35
Reprodução/Instagram/jenniferaniston/06.08.2021Jennifer Aniston rebateu seguidor que a criticou por cobrar que pessoas se vacinem

A atriz Jennifer Aniston decidiu se posicionar após ser criticada por declarar que cortou relações com as pessoas que não tomaram a vacina contra a Covid-19. Em entrevista à revista InStyle, a estrela de “Friends” disse que lamenta que muitas pessoas “não dão ouvidos aos fatos”. “Acabei me afastando de algumas pessoas que se recusaram ou não revelaram [se foram vacinadas ou não], e foi lamentável. Sinto que é sua obrigação moral e profissional informar, já que não estamos todos juntos e sendo testados todos os dias. É complicado porque todo mundo tem direito a sua própria opinião, mas muitas opiniões não parecem baseadas em nada, exceto medo ou propaganda”, declarou a atriz.

A entrevista repercutiu e, na quinta-feira, 5, a atriz rebateu um seguidor que questionou por que ela se preocupa com quem está a seu redor se já está vacinada. Jennifer deu sua resposta nos stories do Instagram: “Porque se você tiver a variante, ainda poderá transmitir para mim. Posso ficar ligeiramente doente, mas não serei internada em um hospital e/ou morrerei. Também posso transmitir para alguém que não tem a vacina e cuja saúde está comprometida (ou tem uma doença anterior existente) – e, portanto, colocaria suas vidas em risco. É por isso que me preocupo. Precisamos nos preocupar mais do que apenas com nós mesmos”. Em seguida, a atriz também compartilhou um post que diz: “O que não mata você sofre mutação e tenta novamente”. Nos Estados Unidos, o uso de máscara em locais fechados voltou a ser recomendado pela Centro de Controle de Doenças (CDC). A variante Delta e a baixa adesão à vacinação motivaram essa nova orientação.