Mãe de MC Kevin diz que filho não dormia há dias: ‘Queria viver intensamente’

Valquíria Nascimento falou que orientava o cantor a viver de forma menos intensa e o aconselhava a passar em um psicólogo para conseguir lidar com a fama

  • Por Jovem Pan
  • 19/05/2021 12h15 - Atualizado em 19/05/2021 15h42
Reprodução/Globo/19.05.2021Mãe de MC Kevin, Valquíria Nascimento fala que pedia para o filho procurar psicólogo

Valquíria Nascimento, mãe do cantor MC Kevin, disse que ainda busca explicações sobre como o filho caiu do 5º andar de um prédio na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. O funkeiro, de 23 anos, não resistiu a queda e morreu no último domingo, 16. “Ainda não sei o que aconteceu”, afirmou Valquíria no “Mais Você” desta quarta-feira, 19. A mãe do artista disse que está “sem chão” e contou que o filho estava levando uma vida agitada: “Em dois meses, ele fez tudo, foi para Dubai, foi para o México. Nos últimos dias [de vida] do Kevin, ele não dormia, pois queria viver intensamente. Eu falava para ele: ‘Respira, você está vivendo na velocidade da luz e a luz apaga’. E, hoje, ele não está mais comigo”. Val, como é chamada pelos amigos, contou que tinha uma ótima relação com o filho e que sempre o orientou a procurar um psicólogo para aprender a lidar com as mudanças que a fama trouxe para a sua vida.

“O Kevin sempre foi um menino muito intenso. Ele tinha hiperatividade. Eu sempre falei para ele que precisava passar num psicólogo porque a gente passou muita necessidade, muitas dificuldades e não é só o Kevin, mas esses meninos artistas que não tinham nada e hoje têm tudo, é muito difícil para eles lidar com fama, com dinheiro, com a vida que eles tinham e com o que eles têm agora. Ele falava que eu era a psicóloga dele”, afirmou a mãe do cantor, que também comentou sobre a difícil realidade dos jovens que vivem na periferia. “A gente conhece o nosso filho em casa, né? Quando ele está na rua, a gente não sabe as amizades que anda e o que faz. O filho nunca fala para mãe tudo o que faz. A minha preocupação eram as drogas e as bebidas. Essa é a realidade [que cerca] os jovens da periferia”, comentou. Valquíria também falou que não imaginava que a morte do filho teria tanta repercussão. “Fiquei impressionada, não esperava ter repercussão mundial. Na verdade, eu não esperava que meu filho fosse embora”, concluiu emocionada.