‘Imploding the Mirage’: The Killers lança novo álbum após saída de guitarrista; ouça

O guitarrista Dave Keuning deixou a banda para um hiato e foi substituído por diversos artistas e produtores para a composição das 10 faixas inéditas

  • Por Jovem Pan
  • 21/08/2020 08h38
DivulgaçãoBanda lançou novo trabalho com 10 músicas inéditas nesta sexta-feira (21)

Saiu nesta sexta-feira (21) o mais novo álbum do The Killers, “Imploding the Mirage”, o sexto da banda. O projeto é o primeiro após a saída do guitarrista Dave Keuning, o responsável por juntar o grupo e assinar, ao lado do vocalista Brandon Flowers, músicas como “Mr. Brightside” e muitos outros hits. Sem o fundador e praticamente só com dois dos integrantes oficiais, os The Killers chamaram outros músicos e produtores para o lançamento das 10 faixas inéditas, influenciadas, segundo eles, por artistas como Bruce Springsteen, New Order, Kate Bush e Peter Gabriel.

No início de agosto, o The Killers se pronunciou a respeito de acusações de assédio feitas por uma engenheira de som que trabalhou com eles em 2009. Segundo o relato, uma mulher teria sido abusada sexualmente por integrantes da equipe em um show da banda em Milwaukee, nos Estados Unidos. De acordo com ela, um funcionário teria dito que tinha “uma garota pronta” em um dos camarins e que os outros homens poderiam colocar os nomes em uma lista para serem chamados quando fosse a vez deles de ficar com a menina. Ainda de acordo com Cherrie, a banda costumava levar fãs bêbadas para o ônibus da turnê. Ela denunciou que funcionários recebiam dinheiro para levar garotas dispostas a fazer sexo oral nos músicos ou tomar banho na frente deles.

No dia seguinte às acusações, os integrantes do The Killers anunciaram uma investigação interna para apurar as denúncias. A investigação foi conduzida por um escritório de advocacia, que entrevistou os músicos e outros funcionários que trabalharam naquela turnê. Segundo o relatório, os relatos de Chez Cherrie não têm fundamento algum.

Ouça ‘Imploding the Mirage’: