Patricia Arquette reivindica igualdade de direitos para as mulheres ao ser premiada no Oscar

  • Por Efe
  • 23/02/2015 00h51

Atriz ganhou Oscar na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante

Patricia Arquette vence o Oscar

A atriz Patricia Arquette cobrou, em seu discurso ao receber o prêmio de melhor atriz coadjuvante por Boyhood: Da Infância à Juventude, a “igualdade de direitos para a mulher”.

Após uma lista de agradecimentos, Arquette aproveitou a ocasião para se dirigir especificamente à audiência feminina. “À todas as mulheres que deram à luz e pagam seus impostos, chegou o momento de termos o mesmo salário (que os homens) e os mesmos direitos para as mulheres nos Estados Unidos”, afirmou de forma apaixonada.

Suas palavras receberam a ovação do plateia, especialmente de suas companheiras de profissão como Meryl Streep e Jennifer López, que apoiaram vivamente a mensagem lançado por Arquette.

Ano passado o vazamento de dados da Sony criou constrangimentos na indústria do cinema, ao mostrar que as mulheres, mesmo protagonistas de filmes de grande bilheteria ganhavam menos que os atores.

A cerimônia da 87ª edição do Oscar foi apresentada por Neil Patrick Harris e teve como grandes protagonistas O Grande Hotel Budapeste e Whiplash: Em Busca da Perfeição, filmes que ganharam, até agora, três e duas estatuetas, respectivamente.