Médico Ivan Grava se pronuncia após pedir demissão do Corinthians; confira

O profissional decidiu fazer uma publicação em suas redes sociais, onde se despediu de todos os funcionários com quem trabalhou ao longo dos últimos oito anos no Alvinegro paulista

  • Por Jovem Pan
  • 15/03/2021 17h05 - Atualizado em 15/03/2021 17h59
Rodrigo Coca/Agência CorinthiansIvan Grava pediu demissão do Corinthians

O doutor Ivan Grava pediu demissão do departamento de futebol do Corinthians em meio ao segundo surto de Covid-19 no elenco. Nesta segunda-feira, 15, o médico decidiu fazer uma publicação em suas redes sociais, onde se despediu de todos os funcionários com quem trabalhou ao longo dos últimos oito anos. O profissional, no entanto, decidiu não entrar em polêmica e preferiu não comentar os motivos de sua decisão.

“Chegou o momento de me despedir do Departamento Médico do Corinthians. Gostaria de agradecer a todos que estiveram comigo nesse período, aos funcionários, jogadores, treinadores, diretores e presidentes. Levo comigo na memória os momentos de glória, as taças e os títulos que foram conquistados enquanto estive junto ao futebol do Timão. Cresci no clube, minha família sempre esteve por lá e a torcida será eterna. Deixo aqui meus votos de que sigam todos no caminho do sucesso”, disse Ivan Grava.

De acordo com o repórter Caíque Silva, responsável por cobrir o dia a dia do Corinthians, a decisão do médico deu-se devido à falta de comprometimento do elenco e da direção com os protocolos sanitários. Segundo a apuração do jornalista do Grupo Jovem Pan, o plantel e parte da cúpula corintiana não estava seguindo as medidas protetivas contra a Covid-19, irritando Ivan Grava. Recentemente, em meio ao surto no clube, o atacante Jô e o meio-campista Otero causaram polêmica ao aparecerem juntos em um resort.