Chuopo-Moting, do Bayern de Munique, testa positivo para Covid-19 após recusar vacina 

O atacante foi um dos jogadores do Gigante da Baviera que tiveram seus vencimentos reduzidos por recusar o imunizante contra o novo coronavírus

  • Por Jovem Pan
  • 24/11/2021 11h04 - Atualizado em 24/11/2021 11h05
Divulgação/BayernChuopo-Moting é atacante do Bayern de Munique

O Bayern de Munique informou, na manhã desta quarta-feira, 24, que Erik Maxim Chuopo-Moting, um dos cinco jogadores que recusaram a vacina contra a Covid-19, foi infectado pelo novo coronavírus. No comunicado, o Gigante da Baviera disse que o atacante está sob os cuidados do departamento médico e que passa bem, “na medida do possível”. O centroavante, vale lembrar, já estava isolado do restante do grupo alemão e sequer participou da vitória contra o Dínamo de Kiev, na última terça-feira, pela Liga dos Campeões, por ter contato com uma pessoa com doença.

O clube, no entanto, anunciou que iria cortar o salário dos atletas que não receberam o imunizante durante o período de quarentena. Além do Chuopo-Moting,  Joshua KimmichSerge GnabryMusialaCuisance também tiveram seus vencimentos reduzidos após preferirem não tomar a vacina. De acordo com as novas leis na Alemanha, empresas podem reduzir os vencimentos de pessoas não imunizadas e os jogadores foram enquadrados nesta recomendação do governo, regulamentada no dia 1° de novembro.