Sem ingleses, italianos e espanhóis, Champions ‘das surpresas’ vira França x Alemanha

Essa é a primeira vez desde a temporada 1990/91 que o principal torneio de clubes do mundo não terá equipes do chamado “Big 3” da Europa nas semifinais

  • Por Bruno Landi
  • 15/08/2020 18h39
Franck Fife/EFEO Lyon eliminou o Manchester Coty e voltou a uma semifinal de Liga dos Campeões da Europa após dez anos

Não é nenhum exagero dizer que o planeta está testemunhando a Liga dos Campeões da Europa mais surpreendente dos últimos anos. Com a eliminação do Manchester City neste sábado, 15, em Lisboa, restaram no torneio apenas times que não pertencem ao chamado “Big 3” do Velho Continente. Sem equipes inglesas, espanholas e italianas nas semifinais, a principal competição de clubes do mundo virou um duelo entre França e Alemanha. Na próxima terça-feira, 18, às 16h (de Brasília), PSG e RB Leipzig decidirão o primeiro classificado à grande decisão. No dia seguinte, por sua vez, será a vez de Bayern de Munique e Lyon lutarem por um lugar no derradeiro jogo do domingo da semana que vem, dia 23.

A história, definitivamente, está sendo reescrita. Prova disso é que, desde a temporada 1990/91, a Champions não chegava à fase semifinal sem clubes de Inglaterra, Espanha ou Itália. Na ocasião, Bayern de Munique, da Alemanha, Estrela Vermelha, da antiga Iugoslávia, Olympique de Marseille, da França, e Spartak Moscou, da antiga União Soviética, duelaram por lugares na final, disputada na Itália. Estrela Vermelha e Olympique de Marseille decidiram o título, que acabou com os sérvios, após empate por 0 a 0 no tempo normal e vitória nos pênaltis por 5 a 3.

A configuração das semifinais da atual temporada guarda outros elementos incomuns. Pela primeira vez na história, por exemplo, dois times franceses estão entre os quatro melhores do torneio. Desde 2004/05, por sua vez, a fase será disputada sem a participação de Lionel Messi ou Cristiano Ronaldo. Isso porque o Barcelona do craque argentino foi eliminado nas quartas de final, após derrota humilhante por 8 a 2 para o Bayern de Munique, e a Juventus do atacante português caiu ainda nas oitavas, para o surpreendente Lyon de Memphis Depay e companhia. Sem dúvidas, o futebol está prestes a embarcar em uma nova era…