Internacional tenta acabar com hegemonia do Sudeste de 18 anos no Brasileirão

O Colorado assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro ao massacrar o São Paulo em pleno Morumbi

  • Por Jovem Pan
  • 21/01/2021 12h54 - Atualizado em 21/01/2021 12h55
Foto: ALEX SILVA/ESTADÃO CONTEÚDOO Internacional venceu o São Paulo por 5 a 1 no Morumbi

Restando sete rodadas para o término do Campeonato Brasileiro, o Internacional assumiu a liderança do torneio em grande estilo, ao derrotar o São Paulo por 5 a 1, em pleno Morumbi, na noite da última quarta-feira, 20. Com o resultado, o Colorado ultrapassou o rival Tricolor, abriu dois pontos de vantagem na primeira posição e engatou a sétima vitória consecutiva. Assim, o time gaúcho surge como principal favorito a quebrar a hegemonia de 18 anos das equipes do Sudeste do país na competição nacional. Não é uma atuação de campeão. Mas sorte de campeão essa equipe tem”, comemorou o treinador Abel Braga, em entrevista coletiva.

O último time de fora da rica região que conseguiu levantar a taça do Campeonato Brasileiro foi o Athletico-PR, em 2001, quando sagrou-se campeão ainda na era do mata-mata. De 2002 para cá, apenas times do Sudeste no país comemoram o título do Brasileirão, sendo eles: Corinthians (4), São Paulo (3), Cruzeiro (3), Palmeiras (2), Santos (2), Flamengo (2) e Fluminense (2). O domínio dos times de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais é maior desde a fundação do torneio, em 1959.

Veja a lista de campeões do Brasileirão 

  • 1959 – Bahia
  • 1960 – Palmeiras
  • 1961 – Santos
  • 1962 – Santos
  • 1963 – Santos
  • 1964 – Santos
  • 1965 – Santos
  • 1966 – Cruzeiro
  • 1967 – Palmeiras
  • 1967 – Palmeiras
  • 1968 – Santos
  • 1968 – Botafogo
  • 1969 – Palmeiras
  • 1970 – Fluminense
  • 1971 – Atlético-MG
  • 1972 – Palmeiras
  • 1973 – Palmeiras
  • 1974 – Vasco
  • 1975 – Internacional
  • 1976 – Internacional
  • 1977 – São Paulo
  • 1978 – Guarani
  • 1979 – Internacional
  • 1980 – Flamengo
  • 1981 – Grêmio
  • 1982 – Flamengo
  • 1983 – Flamengo
  • 1984 – Fluminense
  • 1985 – Coritiba
  • 1986 – São Paulo
  • 1987 – Sport
  • 1988 – Bahia
  • 1989 – Vasco
  • 1990 – Corinthians
  • 1991 – São Paulo
  • 1992 – Flamengo
  • 1993 – Palmeiras
  • 1994 – Palmeiras
  • 1995 – Botafogo
  • 1996 – Grêmio
  • 1997 – Vasco
  • 1998 – Corinthians
  • 1999 – Corinthians
  • 2000 – Vasco
  • 2001 – Athletico-PR
  • 2002 – Santos
  • 2003 – Cruzeiro
  • 2004 – Santos
  • 2005 – Corinthians
  • 2006 – São Paulo
  • 2007 – São Paulo
  • 2008 – São Paulo
  • 2009 – Flamengo
  • 2010 – Fluminense
  • 2011 – Corinthians
  • 2012 – Fluminense
  • 2013 – Cruzeiro
  • 2014 – Cruzeiro
  • 2015 – Corinthians
  • 2016 – Palmeiras
  • 2017 – Corinthians
  • 2018 – Palmeiras
  • 2019 – Flamengo