Renato Gaúcho entregou o cargo de novo? Marcos Braz explica situação do técnico do Flamengo

Mesmo após o empate contra a Chapecoense, o dirigente do Rubro-Negro carioca segue sem ‘jogar a toalha’, acreditando no tricampeonato consecutivo

  • Por Jovem Pan
  • 09/11/2021 12h13
Reprodução/Flamengo Marcos Braz Marcos Braz durante entrevista coletiva no Flamengo

Marcos Braz, vice de futebol do Flamengo, precisou responder sobre uma suposta nova tentativa de Renato Gaúcho deixar o comando do Rubro-Negro após o empate em 2 a 2 diante da Chapecoense, na última segunda-feira, 8, pelo Campeonato Brasileiro. Em entrevista ao canal “Paparazzo Rubro-Negro”, o dirigente negou que o fato tenha acontecido mais uma vez. “Não aconteceu [de o Renato Gaúcho entregar o cargo]. Isso é mentira. Não esteve nem próximo. Não teve isso. A gente demorou bastante (em Chapecó) porque tem um protocolo de voo, não dá para marcar o retorno logo depois do fim da partida porque podem acontecer algumas situações. Então, por segurança, a gente estende em quase 2 horas qualquer processo após o jogo”, declarou.

Renato Gaúcho, vale lembrar, pediu para sair do Flamengo após a derrota por 3 a 0 diante do Athletico-PR, em pleno Maracanã, em jogo que decretou a eliminação do time carioca na Copa do Brasil. Sobre a fase da equipe, Marcos Braz admitiu o mau momento, mas disse não ter preocupação com a final da Libertadores, diante do Palmeiras, marcada para 27 de novembro. “O Flamengo não vem bem. Nós todos temos consciência disso. A gente tem que tentar ajustar para a reta final do Brasileiro. E dentro do ajuste tem a decisão da Libertadores. Não dá para desconectar uma situação da outra porque o Flamengo precisa colocar em campo o time que vai para a final da Libertadores para jogar”, declarou.

Já em relação ao Brasileirão, o dirigente segue sem “jogar a toalha”, acreditando no tricampeonato consecutivo. Com uma partida a menos, o Flamengo soma 11 pontos a menos que o Atlético-MG, líder isolado da competição. “O Flamengo está em uma situação difícil em relação ao título brasileiro. Não é impossível, o Flamengo vai lutar até o final. E, daqui a três semanas, tem a Libertadores. Tem muita coisa para disputar até o fim da temporada”, completou. O próximo compromisso do Rubro-Negro está marcado para a próxima quinta-feira, 11, contra o Bahia, no Maracanã.