Após positivo de Cuca, Santos anuncia mais três atletas com Covid-19

Goleiro João Paulo, lateral-direito Madson e o zagueiro Lucas Veríssimo testaram positivo para a doença, assim com o preparador de goleiros Arzul; time feminino teve 14 positivos neste domingo

  • Por Jovem Pan
  • 09/11/2020 23h15
Ivan Storti/Santos FC Lucas Veríssimo é um dos atletas que contrai Covid-19

O Santos comunicou nesta segunda-feira, 09, ter diagnosticado novos casos de coronavírus entre os atletas. O clube explicou, através de nota oficial, que o goleiro João Paulo, o lateral-direito Madson e o zagueiro Lucas Veríssimo testaram positivo para a doença, assim com o preparador de goleiros Arzul. O trio defensivo vem sendo titular, mas agora vai desfalcar o time por pelo menos duas semanas. Jhon e Pará certamente receberão uma chance nos próximos compromissos da equipe, enquanto a vaga de Veríssimo deve ficar entre Luiz Felipe e Laércio. Eles passaram por exames nesta segunda porque haviam apresentado sintomas da Covid-19. Na terça-feira, então, o clube submeterá a testes o restante do elenco, na reapresentação após folga. Já os profissionais que deram positivo estão isolados, sob supervisão do departamento médio do clube.

Os exames seriam aplicados apenas na quinta-feira, 12, cumprindo o protocolo necessário para o jogo de sábado contra o Internacional. Mas o Santos optou por realizá-los, diante da preocupação com a possibilidade de ter novos casos entre seu elenco, funcionários e membros da comissão técnica. Até agora, porém, o grupo de atletas vinha tendo poucos casos desde o início da pandemia, com os únicos positivos sendo os dos atacantes Kaio Jorge e Raniel. Porém, Cuca, o treinador da equipe profissional, está internado em São Paulo, desde sábado, 08, após testar positivo para o coronavírus, tendo ficado fora da partida diante do Red Bull Bragantino, no último domingo, quando a equipe foi dirigida por Cuquinha. Além disso, neste domingo o clube comunicou que 14 jogadoras do seu time feminino também foram diagnosticadas com o coronavírus.

*Com informações do Estadão Conteúdo