Fernando Diniz será demitido pelo São Paulo? Veja a resposta de Raí

O diretor de futebol do Tricolor concedeu entrevista coletiva após a dura derrota sofrida diante do Internacional

  • Por Jovem Pan
  • 21/01/2021 18h13 - Atualizado em 21/01/2021 18h18
Divulgação SPFCRaí é diretor executivo de futebol do São Paulo

Diretor de futebol do São Paulo, Raí conversou com a imprensa na tarde desta quinta-feira, 21, um dia depois do time ser goleado por 5 a 1 para o Internacional, em pleno Morumbi, no confronto válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na entrevista coletiva, o dirigente, que ficará no cargo somente até o final de fevereiro, garantiu que não irá demitir o treinador Fernando Diniz – o comandante passou a ser pressionado por parte da torcida com a sequência negativa do Tricolor. “Tanto na conversa depois do jogo e hoje de manhã, que a diretoria se reuniu com o Diniz, nem se tocou nesse assunto. A confiança é total, o foco é na recuperação, o que pode ser melhorado. Quando você tem uma queda de rendimento do nível que chegamos e tem a queda que teve, é difícil apontar uma razão apenas. Atingiu a confiança aquela derrota para o Grêmio, e é isso que temos que recuperar. Para isso é só trabalho, o que o Diniz sabe mais fazer com a comissão técnica. A confiança é total”, assegurou Raí.

Questionado sobre o motivo de manter Fernando Diniz no cargo, Raí lembrou que o time passou por outros momentos difíceis na temporada e demonstrou confiança no trabalho do técnico. “O São Paulo teve essas eliminações, em torneios sem chances de recuperação. E mesmo nesses torneios tivemos recuperações importantes, contra o Fortaleza lá e aqui, contra o Flamengo, que ganhamos lá no Maracanã e classificamos aqui com certa facilidade. Temos sete jogos pela frente, tudo para recuperar. O que faz a gente acreditar é que já tivemos momentos muito complicados, como esse, reconhecemos que foi um golpe muito duro, não preciso repetir aqui, mas foram nestes momentos que reagimos melhor. Agora é reta final, tem que ter a reação e segurara até o final, nesse tiro curto, até o final do Brasileiro”, comentou o diretor.

O dirigente também falou sobre o que o São Paulo precisa fazer para recuperar a liderança – com a derrota, a equipe paulista acabou sendo ultrapassada pelo Internacional, que agora tem dois pontos a mais no Brasileirão. “Temos que melhorar tudo. O que a gente vai fazer aqui de cobrança, de que maneira será feita, isso decidimos internamente. Neste momento temos que pensar em todos os detalhes, é muito difícil apontar um ponto. Nosso time foi muito agrupado, não fora de campo, perto, ganhando rebote, bola espirrada, e isso, de alguma forma, diversos motivos, acabamos perdendo isso, essa unidade em campo. Isso que o Diniz busca no dia a dia, a cada palestra, vídeo, e aí os jogadores precisam recuperara a confiança que foi perdida. Os jogadores cada vez mais juntos têm cada vez mais chances de recuperar essa confiança, que é muita coisa no futebol. Estamos todos muito juntos para buscar essa recuperação”, completou.