Grupo da morte da Copa Africana de Nações reúne 6 títulos continentais

  • Por Agência EFE
  • 03/12/2014 18h51
XNB26. Johannesburg (South Africa), 10/02/2013.- Nigeria team mates celebrate with the trophy after winning the final of the Africa Cup of Nations beating Burkina Faso 1-0 at the Soccer City Stadium in Johannesburg, South Africa, 10 February 2013. EFE/EPA/NIC BOTHMANigéria desbanca Burkina Faso e conquista pela terceira vez a Copa Africana de Nações

Gana, que é tetracampeã continental, Argélia e África do Sul, que têm um título cada, e ainda Senegal compõem o grupo da morte da Copa Africana de 2015, cujo sorteio das chaves foi realizado nesta quarta-feira em Malabo, na Guiné Equatorial, país que sediará o torneio de 17 de janeiro a 8 de fevereiro.

As quatro seleções integram o grupo C da competição, que, além de seis taças, engloba um total de 13 participações em finais, oito dos ganeses, duas dos argelinos, duas dos sul-africanos e uma dos senegaleses. As partidas serão disputadas na cidade de Mongomo.

Por sua vez, a anfitriã está no grupo A e estreará contra o Congo. Os guinéus-equatorianos ainda terão pela frente o Gabão e a atual vice-campeã Burkina Fasso, em jogos a serem realizados em Bata.

No grupo B, em Ebibeyin, estarão Zâmbia (campeã em 2012), Tunísia (que obteve o título em 2004), Cabo Verde e República Democrática do Congo. O D, com sede em Malabo, é composto por Costa do Marfim (campeã em 1992), Mali, Camarões (quatro vezes campeã, a última em 2002) e Guiné.

Nas urnas da 30ª edição da CAN não estiveram a atual campeã, Nigéria, que não se classificou através das Eliminatórias, nem Marrocos, que estava garantida como país sede, mas desistiu de organizar a competição com medo da propagação do vírus do ebola.

Em novembro, o chefe de Estado da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, presente no sorteio, aceitou sediar o campeonato depois de se reunir com o presidente da Confederação Africana, o camaronês Issa Hayatou, depois que o antigo anfitrião, o Marrocos, solicitou seu adiamento um ano por temor à propagação do ebola.

Após a decisão de Obiang, o governo encarregou a empresa marroquina Somagec da construção de três centros de isolamento como medida de prevenção caso haja algum caso de ebola durante a CAN.

O Executivo de Malabo informou também de um investimento de mais de 1 milhão de euros para a aquisição de material sanitário, como câmaras termográficas com capacidade de detectar temperatura corporal a uma distância de três metros, aparatos que serão instalados nos aeroportos de Malabo e Bata. Trajes de proteção, luvas, registadores de temperatura laser, centros de urgências portáteis e ambulâncias também estão na lista.

Os grupos da Copa Africana de Nações de 2015 são os seguintes:.

Grupo A (Bata)

Guiné Equatorial

Burkina Fasso

Gabão

Congo

Grupo B (Ebibeyin)

Zâmbia

Tunísia

Cabo Verde

República Democrática do Congo

Grupo C (Mongomo)

Gana

Argélia

África do Sul

Senegal

Grupo D (Malabo)

Costa do Marfim

Mali

Camarões

Guiné