Monza pode ficar fora do calendário da F-1 a partir de 2017, diz Ecclestone

  • Por Agencia EFE
  • 01/07/2014 14h35
Confira as melhores imagens do GP de Monaco de Fórmula 1

O histórico circuito de Monza, sede habitual do Grande Prêmio da Itália de Fórmula 1, poderá sair do calendário do Mundial a partir de 2017, como deu a entender o chefe da principal categoria do automobilismo, o britânico Bernie Ecclestone.

“Não acho que vamos assinar um novo contrato”, disse Ecclestone em entrevista publicada nesta terça-feira pelo jornal esportivo italiano “La Gazzetta dello Sport”, em referência à continuidade ou não de Monza, sede do GP da Itália desde 1950 – com exceção de 1980, ocorrido em Imola.

“O último contrato que assinamos foi, do ponto de vista econômico, um desastre para nós. Após 2016, bye, bye”, declarou o chefe da F-1.

O próximo GP da Itália, o 13º dos 19 que integram o calendário de 2014, será disputado no templo da velocidade na Lombardia em 7 de setembro.