Oswaldo se diz surpreso e nega chance de trocar o Palmeiras pelo Japão

  • Por Estadão Conteúdo
  • 27/02/2015 12h13
SÃO PAULO, SP, 11.02.2015: PALMEIRAS-RIO CLARO - O técnico do Palmeiras, Oswaldo de Oliveira, durante partida entre Palmeiras X Rio Claro, na noite desta quarta-feira (11) no Allianz Parque na zona oeste de São Paulo (SP), pela quarta rodada do Campeonato Paulista 2015. (Foto: Ale Frata/Folhapress)Oswaldo de Oliveira disse que time se atrapalhou com ansiedade no começo da partida

O técnico Oswaldo de Oliveira garante que a notícia de que pode assumir a seleção japonesa não passa de um boato. O treinador assegurou, durante entrevista coletiva nesta sexta-feira, que sequer foi consultado por qualquer representante do Japão e garantiu ter sido pego de surpresa com o rumor. 

“Ninguém do Japão falou nada comigo. Estou admiradíssimo com tudo isso. O trabalho vai muito bem e estou gostando da evolução do time. A receptividade do nosso trabalho tem sido muito grande e isso me deixa motivado e otimista com o que vem pela frente”, disse o treinador, dando a entender que sua intenção é permanecer no Palmeiras mesmo que seja formalizada uma proposta.

A notícia de um possível interesse da seleção japonesa foi dada pela imprensa local, que colocou também os nomes de Luiz Felipe Scolari, Leonardo e Michael Laudrup como concorrentes ao posto, que era ocupado pelo mexicano Javier Aguirre. Oswaldo trabalhou entre 2007 e 2011 no Japão, pelo Kashima Antlers, e foi campeão oito vezes. Foram três títulos do Campeonato Japonês (2007, 08 e 09), duas Copa do Imperador (2007 e 2010), duas Supercopa Japonesa (2009 e 2010) e uma Copa da Liga Japonesa (2011).

“Me sinto orgulhoso com essa menção. Quem está aqui, do outro lado do mundo, não tem dimensão da importância desses títulos e do trabalho feito por lá”, explicou o comandante palmeirense, que preferiu não mais falar de possibilidades. “Sou profissional e não posso falar de hipóteses. Se não aparecer de forma concreta, não terei que ter sensibilidade para analisar. Ficaria muito vago”, explicou.

O treinador comandou nesta sexta-feira o último treinamento antes da partida contra o Capivariano, sábado, às 18h30, no Allianz Parque, pelo Campeonato Paulista. Ele repetiu a mesma formação do treino de quinta e confirmou o time que começa como titular. O Palmeiras iniciará o jogo com a seguinte escalação: Fernando Prass; Lucas, Tobio, Vitor Hugo e Zé Roberto; Gabriel, Arouca, Robinho, Allione e Dudu; Cristaldo.