Maurício Souza diz que foi procurado por partidos e deixa em aberto candidatura a cargo político em 2022

Jogador participou do programa ‘Pânico’ desta segunda-feira, dia 1º, e comentou sobre sua influência nas redes sociais

  • Por Jovem Pan
  • 01/11/2021 19h21
Reprodução/ YoutubeMaurício participou do programa Pânico nesta segunda-feira

O Central ex-Minas Tênis Clube, Maurício Souza, pode migrar do esporte para a política no próximo ano. Em entrevista ao programa Pânico, da Jovem Pan, o atleta disse que foi procurado por alguns partidos conservadores, mas não confirmou se estará nas eleições de 2022. “Nunca me imaginei na política, mas é uma coisa que estão me pedindo muito. Muitos partidos conservadores vieram atrás de mim dizendo que se eu tiver vontade para entrar [para as eleições] seria muito importante. Eu não sei, agora não consigo responder. Eu preciso pensar e refletir”, disse. No entanto, Maurício comentou que vê como está influenciando as pessoas nas redes sociais. Em poucos dias, ele pulou de mil seguidores para 2,6 milhões no Instagram.

“Hoje eu tenho muito responsabilidade com cada palavra e post que eu faço, em cada entrevista que eu dou. Estou vendo o impacto que eu tenho nas pessoas, elas veem em mim um exemplo. Eu tenho que pedir a Deus muita sabedoria para representar bem as pessoas que acreditaram em mim, que estão me dando força e estão do meu lado”, completou. Maurício segue sem clube desde que foi demitido do Minas na semana passada, após publicar mensagens consideradas homofóbicas nas redes sociais. Durante o programa, o jogador que atuou pela seleção brasileira em Tóquio 2020 disse que foi ‘linchado’ e que não é por esse caminho que a comunidade LGBTQIA+ conseguirá respeito.