Com vôlei feminino na final, Brasil supera recorde de medalhas em Olimpíadas

Na Rio 2016, país tinha conquistado 19 pódios; em Tóquio 2020, já soma 20, mesmo com competições em andamento

  • Por Jovem Pan
  • 06/08/2021 11h33 - Atualizado em 06/08/2021 19h33
@laramonsores/CBJBronze em Tóquio, Mayra Aguiar chegou a três medalhas na história dos Jogos

O vôlei feminino de quadra do Brasil garantiu uma vaga na final olímpica depois de vencer a Coreia do Sul por 3 a 0 na manhã desta sexta-feira, 6, e garantiu um novo recorde de medalhas para o país nos Jogos Olímpicos. Na Rio 2016, o país alcançou a marca de 19 medalhas (7 de ouro, 6 de prata e 6 de bronze). Na edição de Tóquio 2020, até o momento, a contagem é de 20 medalhas (4 de ouro, 4 de prata, 8 de bronze e mais 4 já garantidas, mas ainda sem cor). O número pode aumentar até o fim da competição com o vôlei masculino disputando a medalha de bronze contra a Argentina, Isaquias Queiroz avançando na canoagem C-1 1.000 metros e mais modalidades que estão em andamento.

Algumas dessas medalhas foram inéditas e não constavam em previsões anteriores de especialistas do esporte. A ginástica artística, com Rebeca Andrade, e o tênis feminino de duplas, com Laura Pigossi e Luana Stefani, foram as mais surpreendentes. A ginasta, inclusive, participou de dois pódios (ouro no salto e prata no individual geral). O esporte que rendeu mais pódios, por sua vez, é o boxe. Bia Andrade e Hebert Conceição estão nas finais de suas respectivas categorias, enquanto Abner Teixeira foi bronze no peso pesado. Outras modalidades, no entanto, decepcionaram, como o vôlei de praia masculino e feminino, fora da disputa por medalhas pela primeira vez desde 1996. Também se esperava um desempenho melhor do judô brasileiro, que deixa Tóquio com apenas duas medalhas.

Veja todas as medalhas do Brasil em Tóquio*

Ouro

  • Ítalo Ferreira (surfe)
  • Rebeca Andrade (ginástica artística)
  • Martine Grael e Kahena Kunze (vela)
  • Ana Marcela Cunha (maratona aquática)

Prata

  • Kelvin Hoefler (skate street)
  • Rayssa Leal (skate street)
  • Rebeca Andrade (ginástica artística)
  • Pedro Barros (skate park)

Bronze

  • Daniel Cargnin (judô)
  • Fernando Scheffer (natação)
  • Mayra Aguiar (judô)
  • Laura Pigossi e Luana Stefani (tênis)
  • Bruno Fratus (natação)
  • Alison dos Santos (400 m com barreiras)
  • Abner Teixeira (boxe)
  • Tiago Braz (salto com vara)

*Sem contar as que ainda estão em disputa

Confira AQUI o quadro de medalhas em tempo real