Isaquias Queiroz chora com 4º lugar, revela vômito em treinos e mira ouro em nova prova

O consagrado canoísta tenta ser campeão na Tóquio-2020 na C1 1000m, que tem as eliminatórias marcadas para começar na próxima quinta-feira, 5, a partir das 21h52 (de Brasília)

  • Por Jovem Pan
  • 03/08/2021 04h31 - Atualizado em 03/08/2021 04h33
EFE/ José Méndez Isaquias Queiroz ao lado de Jacky Godmann na canoagem Isaquias Queiroz ao lado de Jacky Godmann na final da canoagem nos Jogos de Tóquio

Dono de duas medalhas de prata e uma de bronze na Rio-2016, Isaquias Queiroz não conseguiu colocar mais uma conquista na carreira na canoagem C-2 1.000 metros da Tóquio-2020, na qual foi quarto colocado ao lado de seu companheiro Jacky Godmann. Logo após a prova, o consagrado canoísta lamentou o resultado e falou de todo esforço da dupla, que foi formada às pressas – muito jovem, Jacky entrou no lugar do machucado Erlon de Souza. “Pode parecer um discurso repetido de nós atletas, mas a gente sabe o quanto a gente treina. A gente treina muito cara, sofremos muito… Não adianta quem está em casa falar que foi porque o Jesus (Morlán, técnico espanhol falecido em 2018) não estava, porque o Lauro (de Souza, atual treinador e ex-auxiliar de Morlán) se matou de trabalhar. Treinamos todo dia, sofremos, foi duro!”, disse, indo às lágrimas em entrevista ao Grupo Globo.

Isaquias revelou que, durante os treinamentos para as Olimpíadas de Tóquio, chegou até a vomitar. “Não estou dando desculpa nenhuma, mas, como o Lauro falou, a gente treinou, e se alguém vai ganhar da gente é porque treinou mais, mas a gente fez tudo certinho como tinha que fazer. Lógico, às vezes perdemos algum treinamento ou outro, mas fizemos o que o treinador pedia, e eu até chegava vomitando em alguns treinamentos, mas a gente fazia o treinamento bem completo”, comentou o atleta baiano, que deseja conquistar sua medalha de ouro C1 1000m – as eliminatórias começam na próxima quinta-feira, 5, a partir das 21h52 (de Brasília). “Agora é começar a rodar a chave que daqui a dois dias tem outra prova que a gente vai ter que trabalhar melhor para poder buscar um ouro. Não quero sair daqui sem meu ouro, sem o ouro do Lauro, que trabalhou muito para isso, e sem o ouro que o Jesus sonhava… E vamos continuar trabalho do C2 para Paris”, arrematou.

Confira AQUI o quadro de medalhas em tempo real