Paralimpíada: Alessandro da Silva é ouro e conquista bicampeonato no arremesso de disco

Brasileiro dominou a prova do início ao fim e fez a marca de 43.16 metros

  • Por Jovem Pan
  • 02/09/2021 00h41 - Atualizado em 02/09/2021 00h44
Reprodução/ SporTVAlessandro dominou a prova do início ao fim

O domínio de Alessandro Rodrigo da Silva no arremesso de disco masculino T11, para atletas com deficiência visual, continua em Tóquio 2020. Ouro na Rio-2016, o brasileiro de 37 anos fez os melhores arremessos da prova na madrugada desta quinta-feira, 2, e levou o ouro, se tornando bicampeão paralímpico. A sua melhor marca foi 43.16 metros, na segunda tentativa, mas em todas passou dos 41 metros, o que nenhum outro competidor conseguiu. Ele também bateu seu próprio recorde paralímpico, estabelecido na Rio 2016. A prova fechou a primeira sessão do dia no atletismo, que também rendeu medalha de prata no arremesso peso, com Marivana Oliveira, e um bronze com Mateus Evangelista no salto em distância.

Al